O que fazemos dos nossos lixos mentais?

O universo mental é um campo de energia sem limites. Constituída de diferentes níveis, a mente ainda é pouco conhecida na sua real dimensão e alcance. Conhecendo mais desse complexo sistema e o seu mecanismo do pensar auxilia-nos a lidar de maneira mais eficaz tanto com os pensamentos, como com as sensações, as emoções e os sentimentos.

Nós podemos configurar a mente como um grandioso e complexo sistema operacional rodando no cérebro, e o operador desse sistema é a consciência. Estar consciente da nossa realidade, de quem somos, do que somos, e formular pensamentos lúcidos é um dos atributos que temos na condição humana.

A mente interpreta o que sentimos, tanto no âmbito físico e emocional quanto nos níveis mais profundos do sentimento e da consciência, onde esse campo se estende para os níveis espirituais. Para isso, ela se serve em muito dos conteúdos pressupostos das crenças.

Podemos dizer, que todas as realidades externas são criadas na mente. Quer estejamos conscientes ou não disso, nós estamos o tempo todo atuando no universo mental com pensamentos, ideias e imaginações, criando e atraindo realidades, eventos e mundos, nos conectando com pessoas. No momento de escolher, o que move nossa atenção são os desejos.  

Na primeira camada superficial da consciência, nós notamos os pensamentos, pensamos e percebemos o que estamos pensando. Mas abaixo dela, muitos pensamentos transitam e nós quase não os notamos. Grande parte dos pensamentos segue um padrão automático condicionado pelas crenças, memórias e sensações; são repetitivos, e nós estamos tão acostumados com isso que os deixamos rodar sem observar seus efeitos e as quais realidades eles nos conectam.

É mais ou menos assim – Um pensamento surge de uma sensação, como uma bolha, ou um embrião, você o alimenta de energia com o pensar, ele se fixa na mente e solicita mais energia. A fixação mental fortalece a sensação associada ao pensamento e vicia – vício de sensação. A essa altura uma forma pensamento já se criou, uma ameba mental viva dominando parte do seu centro de vontade. Quanto mais atenção você dá ao pensamento mais a ameba se fortalece.   

Amontoados de lixo mental se formam na mente então. Transitando pelos circuitos cerebrais, eles intoxicam as conexões neurais comprometendo o pensar lúcido, atrapalhando nossa expressão criativa e dificultando os aprendizados e as projeções mentais que desejamos fazer.

É por isso que o pensamento positivo nem sempre alcança o seu objetivo. Porque a mente está entulhada de lixo mental, que se mistura ao novo pensamento gerado com intenção e foco, o “pensamento positivo”, levando junto com ele parte desse contexto. Antes de estruturar um desejo em projeção mental através do pensamento ativo/positivo, é necessário limpar a mente desses lixos mentais, liberar as amebas mentais.

A formulação do pensamento, e o pensar, é um ato individual, mas os pensamentos que transitam pela mente têm origens diversas no campo infinito da consciência. A consciência individual escolhe e a mente interpreta os conteúdos que por ela transitam – pensamentos, sensações, sentimentos e emoções, afim de elaborar sua realidade individual dentro do contexto coletivo.

Os pensamentos não se limitam ao campo individualizado da mente, eles seguem na mente coletiva sem limites. Quando não há discernimento, pensamentos afins transitando pela mente coletiva são atraídos por sintonia pela modulação das frequências, e aí a coisa fica embaralhada na cabeça.
 
A faxina mental deve ser feita diariamente, e com frequência por mais vezes durante o dia dada a quantidade de informações, sensações, emoções e sentimentos que transitam pelo universo mental gerando interpretações, e muitas vezes criando pensamentos conflitantes. Isso pode ser feito de várias maneiras, mas a mais simples é através da respiração consciente e relaxamento – aquietando-se. Uma técnica simples consiste em deitar-se colocando as mãos unidas pelas pontas dos dedos sobre a barriga, e concentrar toda atenção nelas e na respiração por uns quinze minutos. Essa técnica traz um profundo centramento e libera o excesso de energia no cérebro desacelerando a mente. A meditação é a mais eficaz de todas as maneiras de se fazer a ordenação da mente e a limpeza dos excessos mentais inúteis. Qualquer técnica que você faça uso nunca vai produzir efeitos de imediato, é preciso tempo. E esse tempo é relativo a cada um.

 


© 2019 - Luz da Consciência