ZELADORES DO MUNDO

“Afinal, se o Mundo é obra de Deus, aquele que cuida do Mundo e aumenta sua beleza é o auxiliar da Vontade Divina uma vez que emprega seu corpo e seu trabalho de cada dia para o serviço da obra saída das mãos de Deus” – Corpus Hermeticum


Como seria maravilhoso viver neste Planeta Terra, se todos os seres humanos cuidassem dele como sua casa; com o mesmo respeito que os insetos, animais e plantas têm por ele.

 

Mas, quantos são os humanos que cuidam bem da própria casa onde moram? Tanto menos cuidarão do Planeta.

 

A maneira como tratamos o Planeta é a mesma de como nos tratamos a nós mesmos, tendo como seu primeiro reflexo dentro de nossa própria casa, nossa moradia.

 

A Terra é um Planeta vivo que tem a alma do mundo em si. E nós temos uma alma individuada e estamos na alma do Mundo.

 

Nós recebemos da Terra os elementos químicos que formaram nossos corpos; seria isso, portanto, motivo suficiente para nutrir por ela profunda gratidão e cuidar bem dela.

 

O ser humano ainda não se deu conta da grandiosidade da bondade divina que o presenteou com a concessão de um Planeta tão belo, azul quando visto do espaço, repleto de natureza viva em milhões de espécies, de rios e oceanos, de riquezas minerais fabulosas.

 

Mas em vez de amar e cuidar desse grande organismo vivo como sua sagrada morada, toda essa abundância de riquezas naturais só aguçou a sua cobiça e ganância, e o Planeta agora está sob severa ameaça de sofrer um colapso em seus recursos indispensáveis à vida desse mesmo ser humano, que de humano ainda tem muito pouco.

 

O Planeta chora pelo sangue derramado nas guerras e assassinatos, e, em cada ser humano que tomba em morte violenta morre também um pouco da vida planetária.

 

A vida é a mesma nossa e do Planeta. Não estamos separados dele e não estamos separados uns dos outros. O Planeta é um organismo vivo, e cada ser vivo que dele se nutre é parte de sua própria vida.

 

Cuidar do Planeta é zelar por um mundo rico e belo de paz, amor, fraternidade, colaboração, progresso e abundância suficiente para cada ser humano conforme é o merecimento de cada um.

 

Por merecimento entenda o que se conquistou pelo esforço empregado no desenvolvimento da inteligência, do amor e da ética.

 

Cuidar do Planeta é cuidar de nós mesmos; é o maior respeito e a maior gratidão pelo merecimento de ter nascido aqui neste Planeta tão belo, sendo que, pela nossa condição de brutalidade merecíamos coisa bem menos bela que isso.

 

Luìz Trevizani – 01/09/2023

 

Facebook
X
LinkedIn
Telegram
Threads
WhatsApp
Print